Moqueca de Peixe

Moqueca de Peixe

Quando o assunto é o sabor da moqueca de peixe muitos brasileiros concordam que o prato é delicioso, entretanto quando a pauta chega no assunto origem, baianos e capixabas entram em uma eterna discussão, no fim das contas quem é que inventou a moqueca?

Os baianos batem o pé e afirmam que a receita deles, com azeite de dendê e leite de coco, é a original. Já lá no Espírito Santo, os capixabas garantem que as panelas de barro e o toque do colorau ou urucum foi quem criaram essa iguaria.

Alguns históricos afirmam que a moqueca de peixe, como estamos acostumados a degustar, em uma caldeirada, nasceu de um prato bem diferente. Dizem que o prato possui origem indígena e antes de nós, ela era chamada de "pokeka", que significa "fazer embrulho". Na época, os índios costumavam assar o peixe enrolado em folhas.

Com o tempo o prato foi se modificando e ganhando as faces de cada região. Na Bahia, ele possui total influência dos escravos negros do período Brasil Colônia, por isso os temperos locais nunca faltam. Na versão criada pelos capixabas, os profissionais de gastronomia costumam enxergar um traço guiado pelos portugueses.

Independente de qual seja a real origem desse prato, é praticamente impossível encontrar um brasileiro que não conheça, ao menos por nome, a moqueca de peixe. Esse manjar possui diversas variações e faz parte da cozinha de diferentes estados.

Para se ter noção do quão a moqueca é representativa, há alguns anos ela foi eleita, pelos brasileiros através de uma enquete do Ministério do Turismo, como a o prato típico que todo turista deve provar. E olha que para desbancar a tão famosa feijoada o prato precisa realmente ser bom!


Mais sobre a moqueca de peixe

Normalmente as moquecas, independente da região, são servidas com pirão e arroz branco, porém as preparadas pelos baianos e capixabas são inimitáveis. Fora isso, em alguns locais o prato é preparado com não só com peixes e frutos do mar, mas também carne seca, ovos, banana e demais temperos.  

Os peixes escolhidos por quem prepara a iguaria normalmente são cação, dourado e badejo. Apesar de ser uma culinária nacional, a moqueca de peixe está presente com maior índice nas regiões nordeste e sudeste.

Os utensílios que dão o gosto único para o prato vão além das boas mãos de um cozinheiro. A panela de barro, que mantém o calor de toda a mistura, é uma das opções mais utilizadas para a produção.

Na tradição, essa panela é produzida pelas Paneleiras de Goiabeiras capixabas, mas, é claro, que a Bahia não ficaria para trás, né? E por lá, no Nordeste, também existe uma panela especial, conhecida como Agdá ou Alguidar. 

E você? Prefere dizer que a moqueca de peixe nasceu em qual estado? Bahia? Espírito Santo? Ou outro? Uma coisa é certeza: em São Paulo ela é muito bem servida no 3 Peixes Restaurante, acompanhada de um bom pirão e cozida na companhia de camarãozinho, azeite de dendê, leite de coco, cebola, pimentão e tomate.



icone whatsapp Faça sua solicitação pelo WhatsApp



Digite seu WhatsApp para iniciar a conversa.