Data: 09/11/2018

5 Benefícios de se comer frutos do mar

5 Benefícios de se comer frutos do mar

Para algumas pessoas, visitar um restaurante e pedir frutos do mar no jantar é algo absolutamente elegante.  

 

O que muitos não sabem, porém, é que existem muitos benefícios de se comer frutos do mar. Eles não servem apenas como indicador de status. 

 

Não estamos falando aqui apenas do famoso teor afrodisíaco atribuído a esse tipo de alimento, as vantagens vão muito além disso. 

 

Para comprovar o que estamos dizendo, apresentamos a seguir uma lista de benefícios conhecidos. Siga conosco e confira.


Previne a depressão


Infelizmente a depressão tem se tornado o mal do século devido ao estilo de vida que muitas pessoas vêm levando ultimamente, com exposição prolongada ao estresse.

 

De acordo com especialistas, a depressão é uma doença que está ligada ao baixo nível de ômega 3 no organismo. 

 

A boa notícia é que, para quem quer minimizar esse risco, basta incluir em sua dieta alguns mariscos, pois ele é rico em ácidos gordos e ômega 3 principalmente o DHA. 

 

Esse nutriente além de prevenir a depressão ainda pode auxiliar no tratamento da doença, incluindo a depressão crônica. 


Melhora a visão


Outro dos benefícios de se comer frutos do mar é que ele ajuda absorver bons nutrientes como o ácido graxo ômega 3. Isso também pode ser um grande aliado no que se diz respeito à saúde dos olhos.

 

Além disso, segundo especialistas, todas as espécies de caranguejo e camarão possuem vitamina A. Trata-se de um nutriente que ajuda a melhorar a visão humana e a reduzir a degeneração macular devida ao envelhecimento. 


Ótimo para a saúde dos pulmões


Vários estudos clínicos já provaram que o peixe também oferece benefícios no que diz respeito à saúde pulmonar. Isso acontece porque os peixes são ricos em vitamina D.

 

De modo geral, quando o corpo sofre com deficiência da vitamina, os pulmões sofrem uma redução em sua função, o que ocorre de forma drástica. 

 

Se deseja reduzir os riscos de que isso ocorra, portanto, a dica é recorrer aos frutos do mar, mais especificamente aqueles mais gordos. 


Melhora a saúde da pele


Sabemos que tanto o óleo de peixe quanto o peixe gordo fresco são ricos em ômega 3 e proteínas. Agora, o que você talvez ainda não saiba é que o consumo dessas proteínas pode ajudar a retardar o envelhecimento precoce da pele.

 

A proteína também auxilia na produção de colágeno no corpo. Significa que os ácidos graxos ômega 3 presentes nos frutos do mar ajudam a deixar a pele mais jovem, saudável e com brilho. 

 

Para obter esses benefícios é importante adotar uma dieta rica e com variedades nos tipos de frutos do mar. 


Ótimo para o coração

 
Por ser rico em ômega 3 os frutos do mar também previnem o surgimento de doenças do coração. 

 

Isso ocorre porque o nutriente permite redução do teor de triglicérides, sendo um tipo de gordura no sangue. Além disso, ele também auxilia na redução dos níveis do colesterol ruim. 

 

Em outras palavras, para obter todos os benefícios e garantir a saúde do coração, o indicado é consumir frutos do mar pelo menos duas vezes por semana.


Benefícios particulares de cada fruto do mar


Entendidas as vantagens de maneira generalizada, é hora de falarmos agora sobre o que alguns dos principais frutos do mar pode oferecer em benefício individualmente. Veja! 


Camarão
O camarão é um alimento rico em vitaminas do complexo B, zinco, proteínas, iodo, cálcio e zinco.


Polvo
O polvo é um alimento rico em ômega 3, nutriente que eleva os níveis do colesterol bom. Ele ainda possui selênio, potássio, fósforo e cálcio. 

 

Não obstante, também conta com antioxidantes, que podem auxiliar na prevenção do envelhecimento precoce e do câncer. Além disso, também tem vitamina A, C e vitamina do complexo B.


Lula
A lula é rica em proteínas, sendo uma substância muito importante para a produção de massa magra. Ela ainda auxilia na produção de enzimas e hormônios, possuindo também vitamina C, vitamina B12, cálcio e zinco.


Marisco
O marisco é um alimento muito rico em proteínas, possuindo também as vitaminas B1, B2 e B6, zinco, potássio e ferro. Ele ainda se notabiliza por ter um baixo teor de gordura, possuindo, portanto, baixo índice calórico.


Siri
O siri é um alimento rico em proteínas, que também possui vitamina A, B e C, sais minerais e cálcio. O consumo de siri é recomendado por especialistas especialmente no caso de pessoas idosas, pois ajuda prevenir doenças nos ossos e articulações.


Ostra
As ostras são alimentos ricos em ômega 3 e zinco, além disso, também possuem proteína e um baixo índice de caloria. O consumo de ostras auxilia na prevenção de doenças do coração. 


Mexilhões
Os mexilhões são alimentos ricos em vitaminas, iodo, ferro, proteínas, ômega 3 e magnésio. Seu consumo ainda auxilia no combate à fadiga. Por possuir um alto teor de potássio, o consumo de mexilhões ajuda a controlar a pressão arterial e diminui a retenção de líquido. 

 

Os mexilhões ainda possuem glucosaminas, um excelente anti-inflamatório que previne e combate as inflamações articulares.

 



DEIXE SEU COMENTÁRIO:

Digite seu WhatsApp para iniciar a conversa.